Conceito de aceleração tangencial




Out 04, 11 Conceito de aceleração tangencial

A palavra aceleração refere-se à acção e ao efeito de acelerar. Este verbo, por sua vez, prende-se com o facto de aumentar a velocidade. Por isso, é importante distinguir a velocidade (que mostra a mudança de posição de um corpo relativamente ao tempo) da aceleração (que indica de que forma muda essa velocidade).

Por outro lado, a aceleração é uma grandeza vectorial que permite expressar o aumento de velocidade numa unidade de tempo. De acordo com o Sistema Internacional, a referida unidade é o metro por segundo ao quadrado (m/s²).

Relativamente à aceleração tangencial, trata-se da grandeza que vincula a variação da rapidez num determinado intervalo de tempo. Por exemplo, no caso de um automóvel, a aceleração tangencial depende da forma como o condutor carrega no acelerador. Assim sendo, a aceleração tangencial é aquela que aumenta ou diminui a velocidade à qual o veículo se desloca.

A aceleração tangencial diferencia-se da aceleração normal, que envolve outra componente perpendicular na qual se pode descompor o vector aceleração. A aceleração normal é aquela que reflecte a variação/mudança produzida na direcção da velocidade num determinado intervalo de tempo.

Retomando o exemplo do carro, a aceleração normal ocorre quando o condutor decide virar o volante e mudar a direcção do veículo.

Posto isto, constata-se que uma aceleração pode ter diferentes direcções, as quais podem ser dirigidas no mesmo sentido que a velocidade (quando o automóvel está em andamento) ou em sentido contrário (quando o automóvel está a travar).