Conceito de acepção


Mar 04, 12

O termo acepção, que deriva do latim acceptĭo, diz respeito aos diversos significados e usos que pode ter uma palavra em função do contexto em que se insere. O conceito também era usado enquanto sinónimo de aceitação ou aprovação.

Deste modo, pode-se dizer, por exemplo, que a palavra abono tem duas grandes acepções. Por um lado, refere-se à ajuda financeira destinada a indemnizar os funcionários de riscos inerentes à função que desempenham no exercício da sua profissão. Por outro, um abono pode ser uma distribuição de determinada quantia feita por uma sociedade aos seus sócios, como antecipação do dividendo e antes do seu apuramento no balanço anual.

Outro termo com mais do que uma acepção é a bateria. A palavra pode referir-se ao dispositivo que armazena energia mediante procedimentos electroquímicos (a bateria de um automóvel, por exemplo), ao instrumento de percussão usado na música, ao conjunto de peças de artilharia dispostas para operar conjuntamente ou ainda ao trem de cozinha.

Cálculo (conta que é feita através de operações matemáticas ou concreção anormal que se forma a nível da bexiga, dos rins ou no fígado, vulgarmente denominada “pedra”) e ensaio (a representação de uma obra teatral ou musical antes de ser exibida em público ou o género literário que se enquadra no âmbito da didáctica) são outros vocábulos que contam com mais de uma acepção.

Por fim, e para concluir, uma mesma palavra, expressão ou frase pode adoptar várias acepções, dependendo do sentido em que é tomada/interpretada. O contexto e o próprio registo ajudam a entender qual acepção se deve ter em conta.