Conceito de aculturação




Dez 29, 11 Conceito de aculturação

A aculturação é um processo que implica a recepção e a assimilação de elementos culturais de um grupo humano por parte de outro. Desta forma, um povo adquire uma nova cultura ou certos aspectos da mesma, usualmente em detrimento da cultura própria e de forma involuntária. A colonização costuma ser a causa externa de aculturação mais comum.

Os processos de aculturação têm diferentes níveis de destruição, sobrevivência, dominação, resistência, modificação e adaptação das culturas nativas perante o contacto intercultural. Esta dinâmica supõe a interiorização, a valorização e a identificação dos valores culturais.

A aculturação pode ser levada a cabo pela influência de uma corrente ideológica sistemática, consistente e persistente, ainda que em processos mais simples acabe por ser a cultura a impor-se pela força da maioria relativamente a outra cultura.

Há especialistas que fazem a distinção entre a aculturação de um indivíduo (denominada como transculturação) e de um grupo humano. O conceito também gerou debate perante as sociedades multiculturais modernas em que os filhos de famílias imigrantes são motivados a adquirir a cultura dominante mas também a aprender sobre a cultura familiar.

Outras noções relacionadas com a aculturação são o sincretismo (um sistema filosófico integrado por elementos que nascem da união e da conciliação de doutrinas distintas), a enculturação (o processo através do qual uma cultura estabelecida se ensina a uma pessoa com a repetição das suas normas e dos valores aceites) e a comunicação intercultural (analisada por diferentes disciplinas, como a antropologia, a psicologia e as ciências da comunicação social).