Conceito de acupunctura


Jul 12, 14

Acupunctura é um conceito formado por dois vocábulos latinos: acus (“agulha”) e punctūra (“punçada/picada”). Trata-se de uma técnica terapêutica que se desenvolve a partir de agulhas que se espetam/introduzem em certos pontos do corpo.

A acupunctura faz parte da medicina tradicional chinesa. O seu objectivo é restaurar a saúde do paciente através da inserção e da manipulação de agulhas no corpo humano. Devido à falta de provas científicas que evidenciem a sua eficácia, a acupunctura consta no grupo das medicinas alternativas.

Convém destacar, porém, que os pontos acupuncturais (isto é, os pontos do corpo onde se espetam as agulhas) estão estandardizados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Esta entidade reconhece a acupunctura como um meio eficaz para tratar várias dezenas de doenças e transtornos. A UNESCO, por sua vez, declarou a acupunctura e a moxabustão (que utiliza raízes prensadas de uma planta) como fazendo parte do Património Cultural da Humanidade.

A filosofia oriental considera o ser humano como um todo, onde os seus componentes estão inter-relacionados. A energia vital ou qi (ou “chi”) percorre o corpo através de meridianos ou de canais conhecidos como king. A acupunctura tradicional sustenta que há 361 pontos nos doze meridianos do corpo sobre os quais se pode actuar. Ao inserir uma agulha num ponto específico do meridiano, a acupunctura permite equilibrar a energia do órgão que rege esse meridiano.

A acupunctura, por conseguinte, estimula ou impulsa uma depressão nos pontos para reequilibrar a energia do corpo, pois considera-se que as doenças são, neste sentido, um desequilíbrio do qi.