Conceito de adesivo


Mar 13, 17

Adhaesum é um temor que deriva de adhaerĕo. Na nossa língua chegou soba a designação de adesivo, um adjectivo que qualifica aquilo que tem a capacidade de se fixar em algo.

Exemplos: “Vou pendurar os cabos com fita adesiva para não se deslocarem”, “A minha mãe ofereceu-me uma agenda com papel adesivo”, “Remexendo o baú, o jovem encontrou um livro remendado com tela adesiva”.

O conceito também é usado enquanto substantivo para designar o material que, quando é colocado entre dois elementos, adere-os entre eles, colando-os: “Utilizamos um adesivo industrial para colar as solas das nossas botas”, “Preciso de um adesivo para pendurar o cartaz na porta”, “As pedras decorativas foram fixadas com um adesivo transparente”.

Os adesivos, por conseguinte, conseguem que dois corpos fiquem unidos através de um contacto superficial. A aderência pode dever-se a diversas causas, desde motivos mecânicos a questões magnéticas.

É possível encontrar adesivos em diversas apresentações. Os adesivos líquidos preenchem a sua função quando secam e a união que estabelecem se torna mais resistente. Um exemplo de adesivo líquido é a tradicional cola de cor branca.

Entre os adesivos sólidos, os mais populares são os tubos que permitem colar papel ou cartão, deslocando-os sobre a superfície que se pretende unir. Também há adesivos sólidos em pó.

Quanto à origen, os adesivos podem proceder de fontes animais (como a cola criada a partir de ossos ou pele) ou vegetais (existem adesivos feitos com milho e com batata). Também pode-se fazer de modo sintético (a partir de petróleo, só para citar uma possibilidade).