Conceito de amizade


Jun 04, 11

A origem etimológica da palavra amizade não pôde ser determinada com precisão. Há quem afirme que provém do vocábulo latim amicus (“amigo”) que, por sua vez, deriva do termo amore (“amar”). Contudo, de acordo com alguns especialistas, amigo será um vocábulo grego composto por a (“sem”) e ego (“eu”), pelo que amigo deverá significar qualquer coisa como “sem o meu eu”. Em todo caso, a amizade é uma relação afectiva entre duas pessoas e representa um dos vínculos interpessoais mais comuns que a maioria dos seres humanos têm ao longo da sua vida.

A amizade engloba diversos sentimentos, em que um amigo recorre ao outro em busca de confiança, amor, consolo, respeito e companhia, por exemplo. Estas relações apresentam-se em todas as etapas da vida, ainda que com diferentes graus de importância e transcendência. Diz-se que há amizades que nascem passados poucos minutos logo no início de uma relação, e outras que podem demorar anos a consolidar-se.

As relações de amizade podem existir, inclusive, entre duas espécies diferentes. Por esse motivo é que se diz que o cão é o “melhor amigo do homem”, em referência ao laço afectivo que se pode criar entre um homo sapiens e este animal.

Dos vários componentes que formam uma amizade, mencionaremos o agrado ao partilhar actividades, o entendimento mútuo, a simpatia, a sinceridade e o interesse e a preocupação para com o outro.

Convém destacar que, por vezes, a presença física não é condição indispensável para haver amizade. A este título, existem numerosas amizades alimentadas por correspondência ou, nos tempos que correm, através da Internet.