Conceito de apneia




Mai 28, 12 Conceito de apneia

A apneia é uma doença do aparelho respiratório cujo sintoma é a interrupção temporária da respiração por pelo menos dez segundos. Consoante as suas características, esta dificuldade pode dividir-se em três tipos: obstrutiva (determinada por um esforço respiratório provocado pela ausência da respiração), central (produzida tanto pela falta de esforço como do sinal respiratório) e mista (combinação da apneia central com a obstrutiva).

Esta síndrome também é conhecida sob a designação de apneia obstrutiva do sono pelo facto de se manifestar enquanto a pessoa que padece da mesma está a dormir. Por esse motivo, é comum que aqueles que sofrem deste mal tenham dificuldade em dormir de forma descansada, uma vez que, na falta de oxigénio, o cérebro vê-se obrigado a interromper o sono a fim de recuperar o ritmo respiratório. Cefaleias (dores de cabeça) matinais, hipertensão pulmonar e problemas cardíacos são algumas das indisposições causadas pela apneia.

Entre os tratamentos da apneia, destacam-se a fornecimento contínuo de ar por pressão (injecção de ar que elimina o bloqueio através de um compressor, de um tubo e de uma máscara), os dispositivos de avanço mandibular ou aparelhos intrabucais (funcionam se a origem da obstrução for a base da língua) e as cirurgias (um otorrinolaringologista deve ponderar se a intervenção cirúrgica é ou não recomendada).

Por outro lado, o termo apneia (ou mergulho livre) também é o nome de um desporto que se caracteriza por mergulhar na profundidade do mar unicamente com os pulmões, isto é, sem equipamentos tradicionais, nomeadamente um tubo de respiração especial para mergulhadores. Dadas as suas particularidades, esta técnica de mergulho requer um grande poder de relaxamento mental, uma boa alimentação, uma óptima hidratação, reflexos desenvolvidos e treino adequado em ambientes de anoxia.