Conceito de apoteose


Ago 01, 14

Apoteose é um termo que deriva do latim apotheōsis e cuja origem mais remota se encontra num vocábulo grego que se pode traduzir como “deificação”. O conceito pode referir-se à concessão da dignidade dos deuses aos heróis.

A apoteose consistia, na antiguidade, numa cerimónia que se investia a algum mortal (como um emperador ou outro monarca) com características divinas. Isto supunha que aqueles homens virtuosos, depois da sua morte, ascendiam a uma categoria própria dos deuses.

Os Gregos, por exemplo, não só ofereciam funerais solenes e majestosos aos grandes homens da sua época, mas também os elevavam e lhes prestavam honras divinas através da apoteose.

A noção, hoje em dia e por extensão deste significado clássico, é utilizada em referência à exaltação exagerada ou à adulação de uma pessoa: “A apoteose do cantor na sua terra natal foi evidente a partir da última serie de concertos que ofereceu no teatro local”, “A verdade é que tenho os pés bem assentes na terra e não acredito em nenhuma apoteose, para além das boas intenções das pessoas”, “Alguns funcionários celebram a apoteose dos seus superiores com a intenção de conseguirem uma promoção”.

A apoteose, por outro lado, pode ser uma manifestação de grande entusiasmo que tem lugar em algum momento de um evento, de uma celebração ou de outro tipo de acto colectivo: “Com o último golo do dianteiro, chegou a apoteose”, “O público gritava e aplaudia a meio da apoteose”.