Conceito de arqueologia




Out 12, 13 Conceito de arqueologia

A arqueologia é a ciência que estuda as sociedades antigas através dos seus restos materiais. A análise dos objectos e das construções permite conhecer/descobrir a cultura e os modos de vida dos povos de outrora.

Os arqueólogos encarregam-se portanto de reconstruir a vida de povos antigos com base nas manifestações materiais/físicas que deixaram. Os objectos permitem conhecer aspectos do comportamento humano do passado, já que os peritos os conseguem situar/localizar no tempo e no espaço e os analisam dentro de um contexto.

Apesar de a arqueologia tradicional se centrar na Pré-história e na Antiguidade, nas últimas décadas, tem-se aplicado a técnica arqueológica a períodos mais recentes, como a Idade Média e a Idade Moderna. Por outro lado, dá-se o nome de arqueologia industrial ao estudo dos resíduos urbanos.

A investigação arqueológica consiste na exploração de um território em busca de vestígios materiais de uma sociedade. Quando se encontram esses restos, fala-se de jazida arqueológica. As jazidas costumam ser subterrâneas, isto é, debaixo de terra, já que, com o passar do tempo e o progresso das construções, as ruínas acabam por ficar ocultas a olho nu.

Com as investigações levadas a cabo, inicia-se a escavação, que é considerada como uma actividade destrutiva por só se poder realizar uma vez em cada espaço geográfico. Por isso, deve ser autorizada pelos governadores e tem que estar a cargo de especialistas.

Outra actividade que faz parte da arqueologia é o trabalho de laboratório, que consiste em analisar os restos obtidos.