Conceito de artrópodes




Ago 16, 12 Conceito de artrópodes

Os artrópodes são os animais invertebrados que formam o filo mais diverso do reino animal. Estes animais têm o corpo recoberto por um exosqueleto conhecido como cutícula e formado por uma série linear de segmentos ostensíveis, com apêndices de peças articuladas. Os aracnídeos, os insectos e os crustáceos são artrópodes.

Os especialistas estimam que existirão mais de um milhão de espécies de artrópodes, o que corresponde a cerca de 80% de todas as espécies animais de que se tenha conhecimento. A maioria dos artrópodes são insectos, e muitos deles estão adaptados para a vida no ar.

Apesar da grande variedade de artrópodes, pode-se mencionar as várias características em comum, como a presença de um exosqueleto quitinoso e de apêndices articulados, ou o corpo formado por segmentos repetitivos (um fenómeno que recebe o nome de metameria).

O exosqueleto é formado por várias camadas. A capa superficial, que se denomina epicutícula, é bastante delgada, é composta por proteínas e lípidos, e tem uma função impermeabilizante. A procutícula é a camada mais grossa da cutícula e pode dividir-se em exocutícula (a parte mais rígida) e endocutícula (flexível).

Convém destacar que, durante o seu crescimento, o artrópode muda o seu exosqueleto através de um processo de ecdise (ou muda).

Por fim, podemos destacar a particularidade dos olhos dos artrópodes. Estes olhos podem ser simples, com uma simples retina e uma córnea transparente que os recobre, ou compostos, formados por diversos elementos (os omatídios) dispostos de forma radial, podendo apontar para várias direcções.