Conceito de bulimia




Jan 21, 12 Conceito de bulimia

A bulimia é uma palavra de origem latina (būlīmia) que, por sua vez, deriva do grego. O termo faz referência a alguém que sente uma vontade desmedida e descontrolada de comer e que não consegue satisfazer o seu apetite. O conceito é usado na medicina e na psicologia, já que a bulimia nervosa é um distúrbio mental relacionado com a comida.

A pessoa que sofre de bulimia passa por episódios em que se empanturra de forma compulsiva (ingere demasiados alimentos num curto espaço de tempo), que são seguidos por um grande sentimento de culpa e pela sensação de perda de controlo. Estes episódios costumam ser alternados com períodos de jejum ou com uma ingestão muito reduzida de alimentos.

Embora o tipo de comida consumida durante os momentos de compulsão seja variado, os bulímicos têm tendência a optar pelos doces e pelos alimentos com alto teor calórico. Os indivíduos com este transtorno sentem vergonha pelo seu comportamento e procuram ocultar/esconder os sintomas.

As pessoas que sofrem de bulimia também desenvolvem comportamentos compensatórios inapropriados para evitar ganhar peso/engordar, nomeadamente a provocação do vómito. Trata-se de um método de purga a que recorre cerca de 90 porcento dos sujeitos que são tratados em centros clínicos. Depois de vomitar, o bulímico deixa de sentir aquele mal-estar físico e perde provisoriamente aquele receio que tanto o atormenta de engordar, até que o ciclo volte a manifestar-se.

Entre os efeitos directos e indirectos da bulimia, destacam-se a aspiração (a passagem do conteúdo gástrico para a árvore brônquica), a ruptura esofágica ou gástrica, a arritmia cardíaca, a desidratação, as alterações menstruais e amenorreia, o aumento na frequência de caries dentárias e a queda de cabelo.