Conceito de carisma




Ago 04, 12 Conceito de carisma

Do latim charisma e com origem num vocábulo grego que significa “agradar”, o termo carisma diz respeito à capacidade que algumas pessoas têm de atrair e cativar os demais. Um indivíduo que seja carismático consegue despertar facilmente a atenção e o interesse dos outros, com toda a naturalidade.

O carisma é algo inato e que faz parte da personalidade do ser humano. Trata-se de uma capacidade tendencialmente associada ao êxito, a avaliar pela vida do sujeito carismático, que tem fama de esta lhe correr bem. É nesse sentido que há quem afirme que se pode ajudar uma pessoa a ser carismática, bastando, para tal, reforçar a sua auto-estima, as suas capacidades enquanto orador e a sua aparência (a sua imagem).

Na visão do sociólogo Max Weber, o carisma permite exercer uma forma de poder. Os cidadãos denotam uma personalidade extraordinária no líder carismático e permitem que este exerça influência sobre eles. Este tipo de liderança possibilitou que Adolf Hitler, por exemplo, construísse a sua chefia e exercesse o seu poder de uma forma destrutiva e sem qualquer racionalidade.

Os grandes líderes, na sua grande maioria, têm um carisma especial, que consegue superar os respectivos méritos intelectuais ou profissionais propriamente ditos. Graças ao carisma, o líder pode dar-se ao luxo de convocar os seus seguidores e conseguir que estes lhe obedeçam ou, pelo menos, acreditem nas suas palavras.

Para a religião, o carisma é um dom que Deus concede, através do Espírito Santo, a alguns crentes em benefício da comunidade. Os movimentos carismáticos, como o Pentecostalismo, têm a missão de ajudar a construir a comunidade cristã.