Conceito de cavaleiro


Jan 22, 14

Cavaleiro, do latim caballarĭus, é uma pessoa que anda/monta a cavalo ou que cavalga. Tendo em conta que, antigamente, as pessoas que montavam a cavalo pertenciam a uma certa classe social (geralmente, primeira nobreza), o conceito adquiriu diversas conotações e significados.

Na Idade Média, a cavalaria era uma instituição armada que servia um rei ou o poder feudal. Os cavaleiros, por conseguinte, eram guerreiros que montavam a cavalo e que levavam armas como lanças ou espadas. Exemplo: “Os cavaleiros do Rei Eduardo eram próximos do povo”, “Um cavaleiro inimigo matou o príncipe”, “Não vou deixar que a minha filha se case com um cavaleiro da Ordem de Bath”.

Os cavaleiros costumavam receber terras ou dinheiro como recompensa pelo serviço que prestavam. Por norma, o cavaleiro era um nobre que começava na qualidade de pajem (criado) e escudeiro e que era posteriormente promovido pelos seus superiores a cavaleiro. Ao obter esse título, devia jurar lealdade e comprometia-se a ser educado (cortês) e valente. Cabia portanto ao cavaleiro respeitar um código de conduta.

Por extensão, a noção de cavaleiro começou a usar-se em referência à pessoa nobre, com valores de educação e solidariedade. Neste caso, o termo próximo mais correcto é “cavalheiro” (ou gentleman, em inglês): “João é um verdadeiro cavalheiro: oferece-me sempre flores e chocolates e abre-me a porta do carro”, “Lamento que o Miguel seja tão pouco cavalheiro”, “Agrada-me a ideia de ainda haver homens cavalheiros e que tratem as mulheres como autênticas donzelas”.