Conceito de cor




Jan 21, 12 Conceito de cor

A cor é uma sensação produzida pelos raios luminosos nos órgãos visuais e que é interpretada no cérebro. Trata-se de um fenómeno físico-químico em que cada cor depende do comprimento de onda.

Os corpos iluminados absorvem parte das ondas electromagnéticas e reflectem as restantes. Essas ondas reflectidas são captadas pelo olho e, dependendo do comprimento de onda, são interpretadas pelo cérebro. Em condições de pouca luz, o ser humano apenas consegue ver a preto e branco.

A cor branca, neste sentido, é o resultado da sobreposição de todos as cores. A cor preta, em contrapartida, é o contrário e define-se como sendo a ausência de cor. Convém destacar que se conhece como cores primárias aquelas que não se conseguem obter a partir da mistura de outras cores.

Por exemplo: “O meu pai comprou um carro de cor azul”, “Estou à procura de umas calças de cor preta que combinem com a minha nova camisa”, “A Laura pintou a sua cozinha de cor verde água”.

O conceito de cor também é usado enquanto sinónimo de colorido (“Agrada-me esse quadro: tem imensa cor”) e como sendo a cor natural da tez da pele humana (“90% dos jogadores da NBA são de cor negra”).

O termo é usado, por outro lado, em sentido simbólico ou figurado. O carácter peculiar de certas coisas, a qualidade especial que distingue algo e a matiz de opinião também se podem chamar de cores: “A actriz trouxe à sua personagem uma nova cor”, “A cor trágica do seu mais recente livro é indiscutível”, “Este governo não tem apenas uma cor, pois procura ser o mais inclusivo e abrangente possível”.