Conceito de cover


Fev 03, 17

O termo cover, da língua inglesa, pode-se traduzir por “coberta”. No nosso idioma, o seu uso aparece no âmbito musical em referência a qualquer canção de um autor ou intérprete na versão de outro músico.

Um cover, por outras palavras, é uma versão diferente de um tema musical que foi registado anteriormente por outro artista. Um exemplo de cover é a versão que Guns N’ Roses gravou em 1991 de “Live and let die”, uma canção de Paul e Linda McCartney que originalmente gravou a banda Wings em 1972. Neste caso, passaram dezanove anos desde a gravação original do tema até à gravação do dito cover.

Cabe destacar que uma mesma canção pode ter muitos covers. Retomando o exemplo de “Live and let die”, não só foi gravada por Guns N’ Roses: também existem versões de Geri Halliwell, Fergie e The Pretenders, entre outros.

Há bandas que resolveram gravar um álbum inteiro de covers, sem canções próprias. Isto fez que o grupo Ramones em 1993 quando laçou o disco “Acid eaters”, composto por temas das bandas The Rolling Stões, The Who, Creedence Clearwater Revival, The Byrds entre outros.

É importante mencionar que existem grupos dedicados exclusivamente à interpretação de covers. Muitas delas são tributos a outros agrupamentos, como The Beats (que presta homenagem aos The Beatles) e The Musiqual Box (consagrada à música dos Genesis).