Conceito de cultura




Fev 10, 11 Conceito de cultura

O termo cultura, que provém do latim cultus, faz referência à acção de cultivar o espírito humano e as faculdades intelectuais do homem. A sua definição foi evoluindo ao longo dos anos: desde a época do Iluminismo, a cultura passou a ser associada à civilização e ao progresso.

Em geral, a cultura é uma espécie de tecido social que abarca as diversas formas e expressões de uma determinada sociedade. Como tal, os costumes, as práticas, as maneiras de ser, os rituais, a indumentária (forma de se vestir) e as normas de comportamento são aspectos incluídos na cultura.

Outra definição estabelece que a cultura é o conjunto de informações e habilidades que um individuo tem. Para a UNESCO, a cultura confere ao ser humano a capacidade de reflectir sobre si mesmo: através da reflexão, o homem discerne valores e procura novas significações.

Consoante o enfoque analítico abordado, a cultura pode ser classificada e definida de diversas maneiras. Por exemplo, há estudiosos que dividiram a cultura em tópica (inclui uma lista de categorias), histórica (a cultura como herança social), mental (complexo de ideias e hábitos), estrutural (símbolos pautados e interrelacionados) e simbólica (significados atribuídos arbitrariamente, que partilham uma sociedade).

A cultura também se pode diferenciar segundo o seu nível de desenvolvimento: primitiva (aquelas culturas com escasso desenvolvimento técnico e que não tendem à inovação), civilizada (actualiza-se mediante a produção de novos elementos), pré-alfabeta (não integrou a escrita) e alfabeta (utiliza quer a linguagem escrita como a oral).

Por fim, cabe destacar que, nas sociedades capitalistas modernas existe uma indústria cultural, com um mercado onde se oferecem bens culturais sujeitos às leis da oferta e da procura da economia.