Conceito de cuneiforme


Set 12, 14

Cuneiforme é algo que tem a forma de uma cunha. Uma cunha, por outro lado, é uma peça que termina em ângulo diedro muito agudo. O adjectivo cuneiforme costuma usar-se para evocar certos caracteres com esta forma usados por alguns povos asiáticos na antiguidade.

A escrita cuneiforme é considerada como uma das formas de escrita mais antigas. Umas tabuletas de argila com estes caracteres encontradas em Umm el-Qaab constituem os documentos escritos com maior antiguidade que se tenham encontrado: as provas indicam que foram criados entre 3.400 e 3.200 a.C.

Os Sumérios são reconhecidos como os inventores da escritura cuneiforme, ao completarem uma evolução que se iniciou com pictogramas que representavam objectos e palavras. Os caracteres cuneiformes foram adoptados por outras línguas e inspiraram os alfabetos do antigo persa.

A escrita cuneiforme era praticada em tabuletas de argila húmida com um talo vegetal em forma de cunha. Com o tempo, passou-se a usar outros materiais para gravar os caracteres, como a pedra ou o metal.

Em algumas tabuletas, os especialistas conseguiram contabilizar 2.000 signos cuneiformes diferentes. Porém, essa quantidade não parece ser habitual, uma vez que os caracteres utilizados com frequências eram cerca de 600.
No âmbito da botânica, cuneiforme é a parte de algumas plantas com essa forma. Pode-se falar, neste sentido, de pétalas cuneiformes ou de folhas cuneiformes.

Na anatomia, os ossos cuneiformes são aqueles de forma prismática que se encontram no tarso dos mamíferos. O ser humano, por exemplo, apresenta três ossos cuneiformes na parte anterior da segunda fila do tarso.