Conceito de deglutição


Out 30, 14

Deglutição, um termo com origem no latim deglutĭo, significa o accionar e as consequências de deglutir. Este verbo menciona a passagem dos alimentos ou de outras substâncias pela boca para chegar ao estômago.

Exemplos: “O avô tem problemas de deglutição”, “Desde que recebi aquela pancada tão forte na mandíbula, a deglutição é uma luta para mim”, “A mãe deve estar atenta para evitar a deglutição de objectos por parte do menino”.

A deglutição pode entender-se como uma acção que implica a intervenção de diversos músculos, os quais actuam de maneira integrada. O primeiro passo é um acto voluntário (faz-se entrar um alimento no organismo depois de o ter depositado na boca e mastigado) e desenvolve-se graças à acção da língua, que impulsa a comida e a leva para a zona da faringe.

A saliva ajuda o alimento no sentido de se tornar no chamado bolo alimentar e possa atravessar a laringe. A deglutição continua com uma série de processos que já são involuntários.

Aos problemas persistentes para realizar a deglutição com normalidade chama-se-lhes de disfagia. Trata-se de uma complicação que pode surgir por diversas doenças e transtornos.

A disfagia pode apresentar sintomas como uma mastigação que se estende demasiado no tempo, a expulsão involuntária de saliva, a dor no momento de tragar, a regurgitação da comida ou a tosse. Para diagnosticar com precisão a causa da disfagia, o médico costuma mandar fazer um exame que se chama endoscopia gastrointestinal alta ou esofagogastroduodenoscopia.