Conceito de diabetes




Set 05, 12 Conceito de diabetes

Do latim diabētes, que deriva de um vocábulo grego que significa “atravessar”, a diabetes é uma doença metabólica que ocasiona diversos distúrbios, como a eliminação de urina em excesso, a sede intensa e o emagrecimento. Existem dois tipos de diabetes que não têm qualquer tipo de relação patológica, mas que têm em comum as manifestações clínicas mencionadas: a diabetes mellitus (o tipo de diabetes mais comum) e a diabetes insípida.

A diabetes mellitus produz-se por um trastorno na insulina (uma hormona formada por mais de cinquenta aminoácidos), seja uma deficiência na quantidade ou na utilização. Este transtorno dá origem a um excesso de glucose no sangue do indivíduo afectado.

O tratamento contra a diabetes mellitus consiste em manter o nível de glucose dentro dos parâmetros normais. Nesse sentido, os pacientes devem injectar-se com insulina, seguir uma dieta pobre em açúcar e hidratos de carbono e fazer exercício físico de forma periódica.

A diabetes mellitus pode causar transtornos crónicos como o pé diabético, a neuropatia diabética, a retinopatia diabética e cataratas.

A diabetes insípida, por sua vez, é produzida por uma alteração da hipófise. Esta doença caracteriza-se por uma poliúria sem presença de glucose, embora com elevada quantidade de sódio e osmolaridade.

O principal sintoma da diabetes insípida é uma excessiva produção de urina que provoca uma sede descontrolada, podendo levar a pessoa a beber até 40 litros de líquido por dia. Quando a compensação entre as perdas pela urina e os líquidos ingeridos não se produz, o indivíduo pode ficar desidratado e sofrer uma importante diminuição da pressão arterial.