Conceito de disciplinas


Nov 18, 12

As disciplinas são os conhecimentos específicos que se ensinam em cada cadeira de um estabelecimento escolar e que formam um plano de estudos. Alguns exemplos de disciplinas são a literatura, a biologia, a química ou ainda a matemática. Nesse sentido, as disciplinas são áreas curriculares disciplinares ou, noutros termos, as fracções do conhecimento científico e dos estudos escolares.

Embora o termo disciplina e cadeira sejam sinónimos no contexto educativo, o segundo é mais aplicado no Ensino Superior. Os estudos, seja no Ensino Básico (1º, 2º e 3º ciclos, ou seja, do 1º ano ao 9º ano), no Ensino Secundário (do 10º ao 12º ano) ou no Ensino Superior, dividem-se em disciplinas. Cada disciplina/cadeira tem as suas próprias aulas, o seu próprio horário e os seus próprios professores/docentes. Na prática, cada disciplina centra-se numa área de conhecimento diferenciada.

No entanto, quando um estudante realiza um estudo, uma investigação ou um projecto específico, que gira em torno de um único tema central, trata-se de uma matéria de estudo. Aliás, para cada disciplina está previsto um programa, sendo leccionados conteúdos (temas) específicos.

Por conseguinte, as disciplinas representam a essência dos sistemas educativos, uma vez que constituem o pilar dos planos de estudos. O conjunto das disciplinas conforma os estudos básicos bem como os cursos de nível secundário, os cursos de especialização tecnológica e os cursos de ensino superior.

Por fim, fala-se em disciplinas ou cadeiras atrasadas aquelas que o aluno não tenha conseguido fazer com sucesso, sendo obrigado a repeti-las por tê-las reprovado. Havendo disciplinas em atraso, o curso fica incompleto. Para concluir o seu curso, o aluno deve realizar todas as disciplinas/cadeiras com aproveitamento. O mesmo é válido para a obtenção de um diploma ou certificado.