Conceito de discurso




Mai 01, 11 Conceito de discurso

Na linguagem quotidiana, um discurso é uma mensagem. Trata-se do acto verbal e oral de se dirigir a um público, com o objectivo de comunicar ou expor algo, mas também de persuadir.

Para a linguística e as ciências sociais, o discurso é uma forma de linguagem escrita (texto) ou falada (conversação no seu contexto social, político ou cultural). A antropologia e a etnografia falam também de um evento de comunicação. A filosofia, por sua vez, considera o discurso como sendo um sistema social de pensamento ou de ideias.

A análise do discurso é uma área multidisciplinar, desenvolvida a partir da década de 1960 com contribuições de várias ciências. Esta abordagem transdisciplinar considera o discurso de diversas formas: como uma estrutura verbal, um evento comunicativo cultural, uma forma de interacção, um sentido, uma representação mental ou um signo, por exemplo.

O discurso, enquanto estrutura verbal, é uma sequência coerente de orações, que se define pelos temas ou tópicos que expressa.

Enquanto interacção, trata-se de uma sequência de turnos e acções de vários participantes, na qual cada acto é levado a cabo relativamente ao anterior e prepara o seguinte.

A partir das suas estruturas sequenciais, os discursos têm outras estruturas em vários níveis, como é o caso das estruturas da gramática (fonologia, sintaxe, semântica), das estruturas da retórica (metáforas, eufemismos) e das estruturas esquemáticas que definem o formato global do discurso, como a argumentação ou a narração.

De acordo com a cognição, o discurso é descrito como sendo um processo ou uma representação mental em que os utilizadores da língua aplicam estratégias de produção ou de compreensão antes de armazenar fragmentos do discurso na memória.