Conceito de dissidente


Jul 10, 13

Dissidente é quem disside. Dissidir, por sua vez, significa separar-se de uma doutrina, crença ou conduta comum. O conceito costuma ser usado com conotação política para fazer referência a qualquer pessoa que decida separar-se da comunidade ou do partido de que fazia parte. O dissidente deixa de reconhecer a legitimidade da autoridade à qual devia submetimento.

Um dos usos mais frequentes do termo aparece nos regimes totalitários para fazer referência àqueles que se opõem ao sistema político e social imperante. Os dissidentes costumam ser perseguidos, censurados, encarcerados, torturados e até executados pelas autoridades.

Em Cuba, são considerados dissidentes aqueles que se opõem à Revolução Socialista e ao regime estabelecido em 1959. E impossível dar uma definição precisa da noção, já que a qualificação da dissidência dependerá de quem a fizer. Para o governo cubano, os dissidentes são empregados da CIA e de outros organismos norte-americanos, que recebem dinheiro para exercer a oposição e que ameaçam a paz social. Do outro extremo, muitos consideram os dissidentes cubanos como defensores dos direitos humanos e da liberdade de expressão.

A filóloga, jornalista e bloguista Yoani Sánchez e o psicólogo e jornalista Guillermo Fariñas Hernández são actualmente alguns dos dissidentes cubanos mais conhecidos no mundo.

Os dissidentes soviéticos, por outro lado, eram os opositores ao regime da União Soviética. Regra geral, eram cidadãos que recorriam a meios não violentos e que organizavam diferentes tipos de protestos apesar de muitos acabarem por estar confinados a centros de detenção e serem deportados.