Conceito de economia de mercado




Ago 18, 12 Conceito de economia de mercado

A ciência social que estuda os processos de produção, intercâmbio e consumo de produtos e serviços é conhecida pelo nome de economia. O termo tem a sua origem no idioma grego e significa “administração de uma casa”.

O mercado, por outro lado, é o ambiente que permite o desenvolvimento da troca (intercâmbio) de bens e serviços. Trata-se de uma instituição social através da qual os vendedores e os compradores iniciam uma relação comercial.

Estes dois conceitos permitem-nos fazer uma abordagem sobra a noção de economia de mercado, que faz referência à organização social destinada a facilitar a produção e o consumo dos bens e serviços proveniente da oferta e da procura. O Estado intervém na economia de mercado ao garantir o acesso a determinados bens e ao impor impostos e taxas de acordo com as necessidades sociais.

Embora a economia de mercado tende a ser considerada igual ao mercado livre, essa liberdade não é absoluta, tendo em conta que o Estado participa na regulação de preços básicos e através de outras decisões. O liberalismo defende, no entanto, que o Estado só se deve envolver no livre mercado para garantir a ausência de monopólios.

O conceito de economia de mercado, por outro lado, transcendeu o capitalismo para derivar em termos como economia de mercado socialista ou socialismo de mercado, que constitui uma combinação entre o capitalismo e o socialismo tendo o mercado como principal instituição económica. Fala-se de economia mista para fazer referência à participação pública (estatal) e privada na regulação económica.