Conceito de electrão


Fev 24, 12

Conhece-se como electrão a partícula elementar mais ligeira de que são constituídos os átomos e que apresenta a mínima carga possível de electricidade negativa. Trata-se de uma partícula subatómica que contorna o núcleo do átomo, e que é composto por protões e neutrões.

Os electrões referem-se às atracções entre os átomos e produzem, através do seu movimento, corrente eléctrica na maioria dos metais. Foram descobertos pelo físico britânico Joseph John Thomson (1856-1906), embora a sua existência tenha sido sugerida pelo físico George Johnstone Stoney (1826-1911).

A massa do electrão é cerca de 1.800 vezes menor do que a massa do protão. Apesar de os electrões fazerem parte dos átomos, existem electrões que formam feixes no vazio ou que se trasladam de forma independente pela matéria. Se os electrões se deslocam fora do átomo, podem produzir corrente eléctrica.

A carga estática, por sua vez, surge quando os átomos de um corpo têm mais ou menos electrões do que aqueles que são necessários para equilibrar as cargas positivas do seu núcleo. Se o átomo tiver menos electrões, o corpo está carregado positivamente; se tiver menos, a carga será negativa.

O movimento de electrões permite que tenhamos corrente eléctrica nos nossos lares. Os televisores de tubo que emitem raios catódicos baseiam-se, por outro lado, num feixe de electrões que é desviado por um campo magnético até se projectar no ecrã fluorescente. Os semiconductores, os microscópios electrónicos, os transístores e as máquinas de soldar também utilizam electrões.