Conceito de espiritismo




Fev 21, 14 Conceito de espiritismo

O espiritismo é uma doutrina ou prática que defende que é possível estabelecer contacto com o espírito dos mortos através de um médium ou de outro modo. Um médium, por sua vez, é uma pessoa com um dom (capacidades paranormais) que lhe permite actuar como mediadora em fenómenos parapsicológicos (incluindo as comunicações com os espíritos).

Exemplos: “Ontem à noite, vi um filme em que os jovens que participavam numa sessão de espiritismo eram assassinados”, “Não acredito no espiritismo nem em nada parecido”, “Dizem que é um homem bastante reconhecido no âmbito do espiritismo pelas suas supostas façanhas”.

Enquanto doutrina filosófica, o espiritismo surgiu em meados do século XIX a partir da análise dos livros codificados pelo Francês Allan Kardec, cujo objecto de estudo é a origem, a natureza e o destino dos espíritos e as características dos vínculos que estes estabelecem com o mundo físico.

O espiritismo acredita piamente na existência dos espíritos (o ser humano será, segundo esta crença, um espírito imortal encarnado num corpo) e na possibilidade de comunicação com eles. Por outro lado, acreditam na reencarnação e no karma (lei de causa e efeito).

Há que salientar que o espiritismo não é uma religião nem se considera como tal. Por isso, não há sacerdotes, templos nem rituais. Os encontros dos espiritistas são considerados como reuniões para estabelecer comunicação com os espíritos.

A cultura popular, por outro lado, costuma aceitar bem certas práticas espiritistas, como o tabuleiro ouija ou o jogo do copo.