Conceito de ética




Dez 10, 10 Conceito de ética

A ética relaciona-se com o estudo da moral e da acção humana. O conceito provém do termo grego ethikos, que significa “carácter”. Uma sentença ética é uma declaração moral que elabora afirmações e define o que é bom, mau, obrigatório, permitido, etc. relativamente a uma acção ou a uma decisão.

Portanto, quando alguém aplica uma sentença ética sobre uma pessoa, está a realizar um juízo moral. Como tal, a ética estuda a moral e determina como devem actuar os membros de uma sociedade. Por esse motivo, é definida como sendo a ciência do comportamento moral.

É óbvio que a ética não é coactiva, uma vez que não impõe castigos legais (as suas normas não são leis). A ética contribui para a justa aplicação das normas legais num Estado de direito, mas em si mesma não é punitiva do ponto de vista jurídico, ainda que promova uma auto-regulação.

A ética pode dividir-se em diversos ramos, entre as quais se destacam a ética normativa (são as teorias que estuda a axiologia moral e a deontologia, por exemplo) e a ética aplicada (refere-se a uma parte específica da realidade, como a bioética e a ética das profissões).

No que diz respeito aos autores fundamentais no estudo da ética, não podemos obviamente deixar de citar o Alemão Immanuel Kant, o qual reflectiu sobre a forma como organizar as liberdades humanas e os limites morais. Outros autores que analisaram os princípios éticos foram Aristóteles, Baruch Spinoza, Jean-Paul Sartre, Michel Foucault, Friedrich Nietzsche e Albert Camus.