Conceito de ética profissional




Dez 07, 10 Conceito de ética profissional

A palavra ética provém do grego ethikos (“carácter”). Trata-se do estudo da moral e do mecanismo humano para promover os comportamentos desejáveis. Uma sentença ética supõe a elaboração de um juízo moral e uma norma que assinala como deveriam actuar os integrantes de uma sociedade.

A ética profissional pretende regular as actividades que se realizam no âmbito de uma profissão. Neste sentido, trata-se de uma disciplina que está incluída na ética aplicada, pois faz referência a uma parte específica da realidade.

Cabe destacar que a ética, em termos gerais, não é coactiva (não impõe sanções legais ou normativas). No entanto, a ética profissional pode estar, de alguma forma, nos códigos deontológicos que regulam uma actividade profissional. A deontologia é parte daquela que se conhece como ética normativa, e apresenta uma série de princípios e de regras devendo ser imperativamente cumpridos.

Visto isto, poderá dizer-se que a ética profissional estuda as disposições vinculantes constantes da deontologia profissional. A ética sugere aquilo que é desejável e condena aquilo que não se deve fazer, ao passo que a deontologia conta com as ferramentas administrativas de modo a garantir que a profissão seja exercida eticamente.

A ética jornalística, por exemplo, condena que uma jornalista receba dinheiro para publicar uma notícia tendenciosa a favor de uma determinada pessoa, organização ou empresa. No mundo dos negócios, por outro lado, a ética assinala que um vendedor não pode realizar operações alheias à empresa para a qual trabalha na qualidade de funcionário.