Conceito de feminismo


Jan 24, 13

Do latim femĭna (“mulher”), o feminismo é a doutrina social favorável à mulher. Trata-se de um movimento que exige que os homens e as mulheres tenham os mesmos direitos: por conseguinte, concede ao género feminino capacidades que outrora eram exclusivamente reservadas aos homens.

O feminismo questiona as relações entre a sexualidade (enquanto género) e o poder social, económico e político. Olhando para a história, as feministas consideram que o patriarcado foi negativo para a sociedade e que as mulheres foram submetidas à vontade do homem.

É importante ter em conta que há homens que são feministas (isto é, que dão razão e apoiam o movimento), ao passo que nem todas as mulheres se consideram feministas. Algumas mulheres aceitam a função social que ocupa o género e reconhecem-no como uma realidade cultural que não deveria ser censurada.

O feminismo começou a ter visibilidade a partir do século XX nas sociedades ocidentais, onde alcançou importantes sucessos. O direito de votar ou de pedir o divórcio e as condições de emprego igualitárias são alguns das conquistas mais notáveis, ainda que reste bastante caminho até alcançar a igualdade dos direitos.

Algumas questões geram polémica inclusive dentro dos próprios grupos feministas, como é o caso do aborto. Há mulheres que consideram que o aborto faz parte dos seus direitos sobre o seu próprio corpo, ainda que muitas achem que esta prática supõe o assassinato de um novo ser. Note-se que o movimento feminista não é uniforme nem age massivamente.