Conceito de finanças




Jun 23, 12 Conceito de finanças

O termo finança provém do francês finance e refere-se ao compromisso que assume um sujeito para responder à sua obrigação para com outra pessoa. O conceito também se refere às posses, aos bens e aos cofres do Estado (tesouro nacional).

Na linguagem do dia-a-dia, conhece-se como finanças o estudo da circulação do dinheiro entre os particulares, as empresas ou os vários Estados. Posto isto, as finanças surgem com um ramo da economia que se dedica a avaliar como são obtidos e geridos os fundos. Noutros termos, as finanças tratam da gestão do dinheiro.

A noção de finanças pessoais refere-se, em linhas gerais, ao dinheiro de que precisa uma família ou um lar para a sua subsistência. As pessoas devem analisar como obter esse dinheiro e como salvaguardá-lo em situações imprevistas (como, por exemplo, em caso de despedimento laboral e de desemprego). Outras aplicações das finanças pessoais são possíveis em termos de capacidade de poupança, despesas e investimentos.

As finanças corporativas, por sua vez, dizem respeito às formas que têm as empresas para criar valor através do uso de recursos financeiros. Investimento, financiamento, benefícios e dividendos são alguns dos conceitos vinculados a esta área.

Por fim, podemos dizer que as finanças públicas estão relacionadas com a política fiscal de um Estado. O governo obtém fundos através da cobrança de impostos, sendo esse dinheiro reinvestido na sociedade através das despesas públicas (com a construção de hospitais e escolas, cuidados de higiene, saúde, etc.).