Conceito de forças armadas


Abr 26, 14

O conceito de força admite múltiplas acepções. Pode tratar-se da aplicação do poder moral ou físico; a virtude natural das coisas; o estado mais vigoroso de algo; a influência que pode alterar o estado de repouso ou de movimento de um corpo; ou o vigor e a capacidade para mover/deslocar alguém ou algo que tenha peso ou que faça resistência.

Armado, por sua vez, é um adjectivo que refere o que é provido de armas ou de um instrumento ou utensílio. Também se trata daquilo que se desenvolve com a utilização de armas.

Conhece-se pela designação de forças armadas os exércitos e corpos policiais de um Estado. Estas forças são compostas por homens que contam com a instrução e a permissão para manipular armamento de acordo com o que é estabelecido pela constituição.

As forças armadas podem cumprir com diversas funções de acordo com a legislação vigente em cada país. Em geral, a sua função mais importante é a defesa do território nacional embora também se possa dedicar ao controlo da ordem interna, prestar assistência/auxílio ao povo em situações de emergência ou até atacar outros países.

O exército regular é aquele que é formado por profissionais que compõem a força de maneira permanente. As forças armadas, por norma, também têm um exército civil que só é convocado e mobilizado em casos de urgência.

A divisão mais habitual das forças armadas é realizada em exército (responsável pelo controlo da superfície terrestre), força aérea/exército do ar e armada/marinha (mar). Desta forma, os integrantes de cada força são especializados na sua área de intervenção.