Conceito de gasosa


Ago 21, 14

Gasoso diz-se daquilo que se encontra no seu estado de gás ou, tratando-se de um líquido, que solta gases. Uma substância gasosa, por conseguinte, terá essas características: “Tem cuidado com essa mistura gasosa: é bastante tóxica”, “A substância gasosa começou a filtrar-se debaixo da porta”.

Enquanto substantivo, gasosa refere-se a uma bebida efervescente que não contém álcool e que se costuma consumir fria para ser mais refrescante. O dióxido de carbono é o responsável pela efervescência que a gasosa tem, que também se pode chamar bebida gaseificada, refresco, refrigerante ou soda: “Tenho sede, vou comprar uma gasosa e já volto”, “A minha preferida é a gasosa de cola com limão”, “A Joana quer beber uma gasosa”.

A invenção das bebidas carbonizadas (isto é, com dióxido de carbono) deve-se a John Matthews quem, em 1832, apresentou uma máquina que permitia misturar água com gás e aromatizantes. As gasosas não só se tornaram populares pelo seu sabor, mas também eram oferecidas nas farmácias como remédio para tratar diversos problemas.

A marca mais antiga de gasosa que ainda se comercializa é “Dr. Pepper”, criada em 1885 no Texas. Um ano mais tarde, John S. Pemberton inventou a “Coca-Cola” ao combinar diversas ervas. A gasosa “Pepsi”, por sua vez, foi registada em 1903 por Caleb Bradham.

As gasosas tornaram-se populares quando se resolveu o problema do seu engarrafamento. Numa primeira etapa, a mistura de água com o dióxido de carbono era feito no momento do consumo. Depois, com o passar dos anos, conseguiu-se engarrafar de forma hermética para conservar o gás.