Conceito de geologia


Mai 22, 12

O conceito de geologia provém de dois vocábulos gregos: geo (“terra”) e logos (“estudo”). Trata-se da ciência que analisa a forma interna e externa do globo terrestre. Posto isto, a geologia encarrega-se de estudar as matérias que formam o globo e o respectivo mecanismo de formação. Também se enfoca nas alterações que estas matérias têm sofrido desde a sua origem e o actual estado da sua colocação.

Dentro das ciências geológicas, é possível distinguir várias disciplinas. A geologia estrutural é aquela que estuda as estruturas da crosta terrestre. Deste modo, analisa a relação entre as diversas rochas que a compõem.

A geologia histórica, por sua vez, estuda as transformações da Terra, desde a sua origem até ao momento. Para facilitar as análises, os geólogos realizaram divisões cronológicas como eras, períodos e idades, entre outras.

A geologia económica interessa-se pelo estudo das rochas em busca de riquezas minerais que possam ser exploradas pelo homem. Quando a geologia acha depósitos, é iniciada a exploração mineira.

Os terramotos e a propagação de ondas sísmicas são estudados pela sismologia. O processo de ruptura de rochas, responsável pela libertação das ondas sísmicas, é um dos seus principais pontos de interesse.

Os vulcões, o magma e a lava, em contrapartida, pertencem ao terreno da vulcanologia. Esta disciplina observa as erupções vulcânicas e procura preveni-las.

Por fim, destacaremos que a astrogeologia ou exogeologia trata de aplicar as técnicas e os conhecimentos geológicos aos corpos celestes como os planetas, os cometas e os asteróides.