Conceito de habitante


Out 02, 13

Habitante é quem habita. O verbo habitar, por sua vez, refere-se ao acto de viver, morar ou residir. Exemplos: “Os habitantes da cidade manifestaram o seu desagrado com as medidas do governo”, “A vila está a ficar sem habitantes, uma vez que os jovens decidem emigrar para as grandes cidades”, “Nenhum habitante deste bairro está livre de culpa”.

A noção de habitante, por conseguinte, pode considerar-se segundo diferentes escalas. Pode-se falar do habitante de uma casa, de um bairro, de uma cidade, etc. Numa casa ou num departamento, a quantidade de habitantes é reduzida comparativamente a um bairro, a uma cidade, a uma província ou a um país.

Todos os habitantes do mundo formam aquilo que se conhece como população humana. O estudo estatístico da população chama-se demografia, cuja origem etimológica remete para a “descrição do povo”.

A densidade populacional diz respeito à distribuição do número de habitantes num território. As superfícies costumam exprimir-se em quilómetros quadrados: por conseguinte, a densidade populacional expressa-se em habitantes por quilómetros quadrados.

As grandes cidades apresentam uma elevada densidade populacional, o que, muitas das vezes, se traduz em problemas de alojamento, transporte e segurança. As populações rurais, por sua vez, apresentam uma baixa densidade, com escassas infra-estruturas e pouca mão-de-obra.

Macau (que é uma região administrativa especial da China), Mónaco e Singapura são os países com maior densidade populacional do mundo. Entre os países com menor densidade (embora não com menos habitantes), destacam-se a Mongólia, a Islândia e a Austrália.