Conceito de heterogéneo


Jan 18, 13

Do latim heterogenĕus, heterogéneo é aquilo que é composto por partes de natureza diferente. Para a química, um sistema heterogéneo é formado por, pelo menos, duas fases. Esta característica pode detectar-se a olho nu, bastando reparar nos diversos componentes do sistema.

Um exemplo de sistema heterogéneo é o granito, uma rocha ígnea que é formada por quartzo, mica e feldspato. Ao observar esta pedra, pode-se notar os seus diversos grânulos e as manchas.

Os sistemas heterogéneos, por conseguinte, apresentam propriedades intensivas cujos valores diferem em alguns dos seus pontos. Existem sistemas heterogéneos que, aliás, são formados por um único elemento, embora tenham mais de uma fase (como um cubo de gelo a flutuar na água).

As suspensões (compostas por um sólido e um líquido) e as emulsões (formadas por dois líquidos) são dois tipos de sistemas heterogéneos. Convém destacar que existem diversos mecanismos para a separação das fases destes sistemas.

A filtração é o método que permite separar um sólido de um líquido desde que o primeiro seja insolúvel no segundo. Para isso, é necessário utilizar um filtro (mesmo que seja improvisado) que permita reter o sólido enquanto o líquido passa através de pequenos orifícios. Filtrar o sumo de uma laranja para extrair as sementes é um exemplo de filtração.

A peneiração, por sua vez, ajuda a separar dois componentes sólidos de um sistema heterogéneo. A peneira é o elemento que funciona como um filtro e que retém o sólido de maior tamanho.

A imantação, a dissolução, a centrifugação e a decantação são outros mecanismos que permitem separar as fases dos sistemas heterogéneos.