Conceito de imanente


Ago 29, 14

Imanente, com origem no latim immănens, é um termo que se utiliza na filosofia para designar aquilo que é inerente a algum ser ou que se encontra unido, de forma inseparável, à sua essência.

A imanência (qualidade de imanência) é um ente intrínseco a um ser. Pode opor-se à transcendência, uma vez que a acção imanente tem o seu fim no mesmo ser, e não é algo transitório que implica a actuação de um princípio exterior.

A oposição entre imanência e transcendência é bastante importante em diversos ramos filosóficos. Conhece-se como imanentismo racionalista a teoria segundo a qual Deus é a causa de todas as coisas e que tudo, por conseguinte, está em Deus: não existe nada fora de Ele. Deus, neste sentido, é causa imanente de tudo o que existe. Noutros termos, não há existência que possa ser explicada sem a presença de Deus.

Estas teorias são contrárias ao cristianismo, ao judaísmo e ao islamismo, as três religiões monoteístas mais difundidas no mundo. O imanentismo crê que a força criada não se pode cindir do mundo natural, ao passo que as religiões situam a dita força criadora fora deste mundo. O Deus destas religiões transcende o universo criado e eleva-se sobre o mundo enquanto o imanentismo coloca a força divina em todos os objectos do universo.

Para os escolásticos, a acção de ver é um exemplo de algo imanente. Este acto permanece no sujeito e não tem efeito sobre o visto: por conseguinte, não é transcendente nem transitório. A acção inicia, desenvolve-se e tem efeitos dentro do próprio ser.