Conceito de imutável


Ago 19, 14

Do latim immutabĭlis, imutável é um adjectivo que qualifica aquilo que não pode nem se pode mudar (alterar). Trata-se, portanto, de algo não mutável ou imodificável.

Exemplos: “O céu, imutável, não mudou em milhares de anos e continuará ali até ao fim dos tempos”, “Ela parece ter uma alegria imutável”, “Vamos fazer obras de remodelação em casa, mas o meu marido já me avisou que o escritório dele era imutável”.

Imutável, por conseguinte, é uma circunstância que não se pode alterar. Isto mostra, na verdade, que quase nada é imutável. O céu pode sofrer a extinção de uma estrela, para citar o exemplo anterior. O oceano pode contaminar-se, secar ou incrementar o seu caudal de água, ao passo que uma montana pode ver alterada a sua fisionomia pela acção natural ou do homem. Por isso, na linguagem coloquial, a noção de imutável associa-se a algo que não tenha sofrido alterações em muito tempo ou que é bastante difícil de mudar.

Aquilo que é verdadeiramente imutável transcende a condição temporal. No âmbito da religião, a imutabilidade é uma característica atribuída a Deus já que Ele é sempre o mesmo e não sofre qualquer mutação. Se Deus não muda, o mesmo é válido para os seus desígnios.

Noutro sentido, considera-se que uma pessoa é imutável quando não manifesta alterações de humor: “A mulher permaneceu imutável ao ouvir a notícia da calamidade”, “O João é imutável: o seu chefe persegue-o e aborrece-o, mas ele nunca reage”, “Não sou imutável: se eu vir alguém a incomodar a minha família, arregaço as mangas para a defender”.