Conceito de interacção




Mai 01, 11 Conceito de interacção

A interacção é uma acção que é exercida de forma recíproca entre dois ou mais sujeitos, objectos, agentes, forças ou funções.

No campo da física, as interacções (ou forças) fundamentais são cada um dos quatro tipos básicos de interacção que se conhecem entre as partículas elementares. Estas interacções são a força nuclear forte, a força nuclear fraca, a electromagnética (o electromagnetismo) e a gravitacional (força da gravidade).

A Física moderna sempre se esforçou por unificar estas quatro interacções. A interacção dita fraca e a electromagnética, por exemplo, reuniram-se na interacção electrofraca. A unificação da força forte com a electrofraca, por outro lado, desenvolveu a Teoria da Grande Unificação.

Convém destacar que alguns especialistas consideram que o Universo poderá estar a expandir-se com uma taxa de aceleração. A cosmologia física explica esta situação mediante a hipótese da energia escura (ou energia negra), uma forma hipotética de energia que estaria distribuída por todo o espaço, produzindo uma pressão negativa e que tende a acelerar a expansão do Universo, constituindo-se como uma força gravitacional repulsiva.

Para a medicina e a farmacologia, uma interacção farmacológica é qualquer modificação nos efeitos dos fármacos/medicamentos resultante da toma de dois ou mais fármacos em conjunto. A acção de um segundo (ou mais) fármaco pode ser antagónica (faz com que o efeito diminua) ou sinérgica (aumenta o efeito). Nestes últimos casos, se a pessoa tomar dois medicamentos ou substâncias sinérgico(a)s em simultâneo corre o risco de sofrer uma sobredose (overdose) com efeitos secundários e nocivos para a sua saúde.

No que diz respeito à relação entre o humano e o computador (as tecnologias), a interacção é um processo que estabelece um usuário com um determinado dispositivo, sistema ou objecto. No âmbito da interacção e da Ciência da Computação, intervêm, entre outros, a usabilidade e a ergonomia.