Conceito de língua materna




Mai 08, 12 Conceito de língua materna

A língua materna também se conhece como idioma materno, língua nativa ou primeira língua. Trata-se do primeiro idioma que aprende uma pessoa ou, por outras palavras, da língua que se fala num país, e que é relativa aos naturais/nativos do mesmo.

A língua materna é, sem dúvida, aquela que se domina melhor, no sentido de uma valorização subjectiva que o individuo realiza relativamente às línguas que conhece. Também se trata da língua adquirida de forma natural, através da interacção com o meio envolvente, sem intervenção pedagógica e sem uma reflexão linguística consciente.

Existem regiões onde um sujeito pode ter mais de uma língua materna. É o caso, por exemplo, daqueles que nascem em Mirando do Douro, os quais aprendem a falar, desde a nascença, mirandês e português. O mesmo é valido para descendentes de emigrantes, em que os filhos aprendem duas línguas ao mesmo tempo: a língua dos pais e a língua falada no país de acolhimento.

Em geral, o idioma materno é aprendido através da família, em casa. A habilidade na língua materna é imprescindível para a aprendizagem posterior, uma vez que constitui a base do pensamento. Por outro lado, uma destreza incompleta na língua materna dificulta a aprendizagem de segundas línguas.

Segundo defendem as teorias de Noam Chomsky e de outros linguistas, a língua materna pode ser aprendida até aos doze anos de idade. Uma vez superada essa etapa, as habilidades linguísticas do falante são distintas e qualquer língua aprendida passará a ser considerada como uma segunda língua.

Convém destacar que o Dia Internacional da Língua Materna é celebrado no dia 21 de Fevereiro.