Conceito de linguagem




Dez 31, 10 Conceito de linguagem

A linguagem pode ser definida como sendo um sistema de comunicação. No caso dos seres humanos, encontra-se extremamente desenvolvida e é bastante mais especializada comparando com outras espécies animais, uma vez que é simultaneamente fisiológica e psíquica. A linguagem permite-nos abstrair e comunicar conceitos.

Uma separação técnica permite reconhecer três dimensões dentro da linguagem: forma (compreende a fonologia, morfologia e sintaxe), conteúdo (a semântica) e uso (a pragmática).

Na óptica do linguista Ferdinand de Saussure, a linguagem é composta pela língua (é o idioma, um modelo geral e constante para os membros de uma determinada colectividade linguística) e pela fala (a materialização momentânea desse modelo; é um acto individual e voluntário que se realiza por intermédio da fonação e da escrita).

Antes de desenvolver as suas capacidades de forma estendida, os humanos utilizam uma pré-linguagem, isto é, um sistema de comunicação rudimentar que ocorre nos primeiros anos de vida e que implica capacidades neurofisiológicas e psicológicas como a percepção, a motricidade, a imitação e a memória.

O conceito de língua natural, por sua vez, prende-se com uma variedade linguística ou um forma de linguagem humana com fins comunicativos, dotada de uma sintaxe e que obedece ao princípio da economia.

Charles F. Hockett estabeleceu quinze peculiaridades que estão presentes nas línguas naturais, de entre as quais menciona a arbitrariedade (da relação entre o signo e o significado), a produtividade (permite dar origem a novas mensagens) e a estrutura hierárquica (segundo a qual as línguas humanas contam com regras ou princípios sintácticos e gramaticais, já que as produções não são aleatórias).