Conceito de linha




Abr 10, 12 Conceito de linha

Linha, do latim linĕa, é um termo com múltiplas acepções. Trata-se, para a geometria, de uma sucessão contínua e indefinida de pontos na única dimensão do comprimento. Por exemplo: “Meninos, quero que tracem uma linha que passe pela intersecção dos dois lados iguais do triângulo”, “A minha professora pediu-me para desenhar duas linhas paralelas”.

No plural, isto é, linhas é sinónimo de feições: “As linhas do teu rosto são muito bonitas!”. Por outro lado, as linhas são os traços horizontais de um caderno ou de uma folha sobre os quais se escreve: “Os meninos estão a aprender a escrever em cima das linhas”.

Também se fala em linha para fazer alusão à boa forma física e/ou à elegância de uma pessoa: “Vou passar a ir ao ginásio para manter a linha”, “Durante as férias, com todas as coisas boas que me põem à frente, acabo sempre por sabotar a linha”.

Noutro contexto, o termo linha diz respeito à conduta ou ao comportamento orientado numa certa direcção: “O treinador voltou a mostrar uma linha coerente nas técnicas que aplicou”, “Todos os funcionário devem manter uma linha de conduta que reflecte os valores e os princípios desta empresa”, “Não consigo acompanhar a tua linha de raciocínio.”

As séries horizontais de números que compõem o cartão do bingo, a disponibilidade da comunicação telefónica, o conjunto de jogadores que ocupam uma posição semelhante no campo (a linha dos avançados, no futebol, por exemplo), o serviço regular de transporte (os autocarros, por exemplo) que realiza um determinado itinerário, e o fio de linho, algodão ou seda também recebem o nome de linha.