Conceito de lógica




Mai 12, 11 Conceito de lógica

A lógica é a ciência que expõe as leis, modos e formas do conhecimento científico. Trata-se de uma ciência formal desprovida de conteúdo, que se dedica ao estudo das formas válidas de inferência. Trata-se portanto do estudo dos métodos e dos princípios utilizados para distinguir o raciocínio correcto do incorrecto.

A etimologia mostra que o conceito de lógica deriva do latim logĭca, que, por sua vez, provém do termo grego logikós (de logos, “razão” ou “estudo”). O filósofo grego Aristóteles foi pioneiro a utilizar a noção para fazer referência ao estudo dos argumentos enquanto manifestadores da verdade na ciência, tendi sido ele quem sugeriu o silogismo como sendo o argumento válido.

Aristóteles é considerado o pai da lógica formal. Por outro lado, a lógica informal é o estudo metódico dos argumentos prováveis na perspectiva da retórica, da oratória e da filosofia, entre outras ciências. É especializada na identificação de lapsos e paradoxos, e na construção correcta dos discursos.

A lógica natural é a disposição natural para reflectir acertadamente sem o auxílio da ciência. A lógica difusa ou fuzzy, pela parte que lhe toca, é aquela que admite uma certa incerteza entre a veracidade ou falsidade das suas premissas, à semelhança do raciocínio humano.

Por outro lado, a lógica matemática é aquela que opera com recurso a uma linguagem simbólica artificial e realizando uma abstracção dos conteúdos.

Existem outros tipos ou classes de lógica, como é o caso da lógica binária, que trabalha com variáveis que consideram unicamente dois valores discretos.