Conceito de material de escritório




Out 08, 11 Conceito de material de escritório

Um escritório é um local que se destina à realização de um trabalho (geralmente, intelectual ou administrativo). Trata-se de um espaço físico podendo estar organizado de distintas formas e apresentar diversas características consoante a sua função e a quantidade de trabalhadores.

O material, por sua vez, é o conjunto dos objectos, elementos e ferramentas que são necessários para a realização de algo em concreto. Tudo o que é material, para além de concreto, é tangível e diz respeito às pessoas (e não às coisas).

Estes conceitos dão-nos, de alguma forma, uma perspectiva da definição de material de escritório. Podemos dizer que o material de escritório é composto pelas máquinas, pelos aparelhos electrónicos e pelos dispositivos de que precisamos para levar a cabo tarefas e actividades de escritório.

Computadores, telefone, fax, scanner, secretárias (ou escrivaninha) e cadeiras são alguns dos elementos que fazem parte do material de escritório. Cada um deles é indispensável para realizar o trabalho de escritório, no dia-a-dia. Não significa, obviamente, que um escritório não possa funcionar sem fax ou scanner; depende muito das características de cada local.

O material de escritório foi sofrendo alterações ao longo dos anos. Há umas décadas atrás, os escritórios tinham máquinas de escrever, um objecto que entretanto se tornou obsoleto. O próprio design e a decoração dos escritórios foram seguindo as novas tendências para estarem actualizados. O mesmo se aplica ao mobiliário de escritório, o qual foi adoptando linhas diferentes.

Os escritórios públicos, por outro lado, costumam dispor de um material diferente do dos escritórios privados. É frequente a tecnologia dos escritórios pertencente ao Estado ser mais antiga (desactualizada).