Conceito de metrópole




Dez 12, 13 Conceito de metrópole

Metrópole é um termo que deriva do vocábulo latino metropŏlis embora os seus antecedentes etimológicos mais remotos nos levem à língua grega. O conceito é usado para mencionar a cidade principal de uma província ou de um Estado. Exemplos: “Após duas horas de viagem, chegámos à metrópole mais importante da Etiópia”, “Os jovens do interior decidiram emigrar para a metrópole em busca de um futuro melhor”, “Uma metrópole de semelhante envergadura não pode ter só dois hospitais”.

Na linguagem do dia-a-dia, a noção de metrópole não tem um significado preciso e estático. Costuma ser usado para evocar as cidades globais, de transcendência internacional e com características cosmopolitas. Nova Iorque, México, Londres, Roma, Moscovo, Sydney e Pequim são exemplos de metrópoles.

A um nível mais limitado, a metrópole é a localidade que tem mais importância numa zona regional. Posto isto, pode-se falar de metrópole para mencionar qualquer capital de uma província que exerce influência sobre as localidades mais afastadas.

Existe outra utilização do termo, associada ao seu desenvolvimento histórico. Na Antiga Grécia, a metrópole era uma cidade a partir da qual se desenvolvia uma colónia. Posto isto, na época colonial, conhecia-se como metrópole a nação europeia que dominava territórios noutras zonas (a Espanha era a metrópole do Vice-reinato de Río de la Plata, Portugal do Brasil, etc.).

Actualmente, os partidos políticos da esquerda e certos movimentos sociais tendem a referir-se como metrópole aos principais centros de poder que dominam, de forma directa ou indirecta, os países periféricos.