Conceito de narcotráfico


Jun 02, 12

O narcotráfico é o comércio ilegal de drogas tóxicas (ou narcóticos) em grandes quantidades. O processo que começa com o cultivo das substâncias, segue com a produção e finaliza com a distribuição e a venda costuma ser realizado por diversos carteis especializados numa determinada parte da cadeia.

Os maiores grupos dedicados ao narcotráfico têm presença à esfera global e ostentam um poder semelhante ao de um governo. Os seus integrantes dispõem de poderosos armamentos e os seus líderes lidam com quantias avultadas de dinheiro.

Ao serem ilegais, as drogas adquirem um grande valor económico. Existe uma situação de escassez, pelo que os toxicodependentes estão dispostos a pagar o que for necessário, custe o que custar, para ter acessos às ditas substâncias. Posto isto, o narcotráfico consegue ser um negócio tão arriscado e perigoso quanto lucrativo.

A falta de legalização de certos estupefacientes, como a cocaína ou a heroína, não é casual. Este tipo de substâncias causa sequelas gravíssimas e irreversíveis ao consumidor. Por outro lado, o seu consumo origina violência, incentiva ao crime e deixa imensas pessoas à margem da sociedade.

A maioria das legislações internacionais proíbe, por conseguinte, a produção, a distribuição e a venda de drogas, à excepção daquelas que são usadas na medicina e de algumas substâncias que são toleradas a nível social (como é o caso do álcool e do tabaco). Os consumidores, regra geral, não são sancionados, já que se trata de doentes que precisam de ajuda para recuperarem.

Os países do chamado Terceiro Mundo, localizados na América do Sul e na Ásia, tendem a ser os produtores de droga, ao passo que os principais mercados de consumo se encontram nos Estados Unidos e na Europa.