Conceito de Natal




Nov 11, 11 Conceito de Natal

O Natal (do latim nativĭtas) é a natividade de Jesus Cristo. O termo também é usado para fazer referência ao dia em que esta é celebrada: 25 de Dezembro (no caso das igrejas católicas, anglicanas, ortodoxa romana e algumas protestantes) ou 7 de Janeiro (no caso das igrejas ortodoxas que não adoptaram o calendário gregoriano).

Embora a tradição diga que o nascimento de Cristo tenha ocorrido a 25 de Dezembro em Belém, os historiadores sustentam que a verdadeira natividade de Jesus teve lugar entre Abril e Maio. No hemisfério Norte, o mês de Dezembro coincide com o Inverno, pelo que é pouco provável que tenham ocorrido os factos narrados nos textos bíblicos (pastores ao ar livre, um céu estrelado, etc.).

No entanto, a Igreja Católica decidiu manter o Natal na data convencional. Tudo indica que se manteve a festividade neste dia por coincidir com os rituais pagãos pelo solstício. De facto, existiam importantes festejos que se realizavam no dia 25 de Dezembro ainda antes do nascimento de Cristo: o Cápac Raymi dos Incas, o Natalis Solis Invicti dos romanos, entre outros.

A festa de Natal abarca várias tradições para os cristãos. É hábito realizar-se um banquete em família que começa no jantar de 24 de Dezembro e que se prolonga até à meia-noite (ou seja, até ao dia do nascimento), montam-se presépios (representações figurativas da natividade de Jesus), cantam-se canções de Natal e enfeita-se o pinheiro.

O Natal vai além da própria religião e é simbolizado pelo Pai Natal, São Nicolau ou Santa Claus, um personagem inspirado num bispo grego a quem compete levar presentes aos meninos.