Conceito de naturalismo




Jan 07, 13 Conceito de naturalismo

O naturalismo é um sistema filosófico que destaca a natureza como sendo o primeiro princípio da realidade. A corrente naturalista sustenta que a natureza é formada pela totalidade das realidades físicas existentes e, por conseguinte, é o princípio único e absoluto do real.

Para o naturalismo filosófico, todo o real é natural e vice-versa. Não existe outra realidade que não a natureza. O naturalismo também nega a dualidade natureza-espírito, já que considera este como uma forma especial da primeira e redutível a ela.

O materialismo (em oposição ao idealismo) e o mecanicismo (a natureza como um conjunto de processos regidos por leis e magnitudes mecânicas) são outros conceitos que contribuíram para o desenvolvimento do naturalismo.

Para além da filosofia, o naturalismo é um movimento artístico e estético que se encarrega de reproduzir as produções da natureza. Teve particular importância na literatura do século XIX, a partir do seguimento dos métodos da ciência experimental.

Entre as principais características do naturalismo artístico, destacam-se a ponderação da fisiologia na conduta das personagens, a denúncia social, o anticlericalismo, o determinismo positivista (as personagens são determinadas pela genética e pelo meio), o pessimismo e o realismo.

O naturalismo também costuma apresentar o erotismo como uma doença social onde aparecem a prostituição e a pornografia. O sexo, por conseguinte, não está associado ao prazer, mas sim ao vício e à decadência.

O jornalista e escritor francês Émile Zola (1840-1902) é considerado o máximo expoente e teórico do naturalismo.