Conceito de novela




Set 26, 11 Conceito de novela

O conceito de novela deriva do italiano novella, que significa “notícia” ou “relato novelesco”. De acordo com o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, trata-se de uma composição literária do género do romance, embora mais curta, em que é narrada uma acção na sua totalidade ou parcialmente, cujo objectivo consiste em proporcionar prazer estético aos leitores com a descrição de sucedimentos, de caracteres, de paixões e de costumes.

A noção também é usada para fazer referência aos factos de maior relevo da vida real que parecem ficção e à mentira ou à ficção em qualquer matéria.

Em alguns países, inclusive em Portugal e no Brasil, onde fazem furor, a palavra novela é a versão encurtada da chamada telenovela, ou seja, uma série de episódios de ficção que pertencem ao género romântico e que são transmitidos pela televisão. Quando transmitidas pela rádio, dá-se-lhes o nome de radionovela, bastante em voga em tempos mais remotos antes de ter sido inventada a televisão.

Relativamente à literatura (novela literária), a sua principal característica é a extensão. De uma forma geral, as novelas têm entre 20.000 e 40.000 palavras. Às narrativas mais curtas dá-se-lhes o nome de contos. Ao contrário do conto, a novela evita longas descrições e dá prioridade à narração, ao diálogo (as falas) e ao resumo.

Outra diferença entre a novela e o conto é que o relato da primeira apresenta uma trama mais complicada, com um maior número de personagens. Por outro lado, há todo um encadeamento de acções individualizadas na novela, a qual tem por base um conflito e aponta para o desfecho, que se quer evidente e surpreendente.

Existem distintos critérios para classificar as novelas em diversos grupos. Por exemplo, consoante o tom da obra, a novela pode ser satírica, humorística, didáctica, etc. Dependendo da sua forma, pode-se falar em novelas autobiográficas, epistolares ou dialogadas, entre outras.