Conceito de paisagismo


Dez 12, 13

Paisagismo é um conceito que admite duas grandes acepções. Por um lado, o termo refere-se à arte que consiste na planificação, na concepção e na conservação de parques e jardins. Por outro, a noção diz respeito ao género pictórico que se dedica à representação de paisagens (a extensão de terreno visível a partir de um sitio).

O paisagismo, por conseguinte, pode associar-se ao conjunto de actividades destinadas a modificar os aspectos visíveis de um terreno. O artista que se dedica a esta tarefa recebe o nome de paisagista.

Os paisagistas encarregam-se de trabalhar com seres vivos (como plantas, flores e árvores), elementos naturais (um rio, um riacho, uma colina, etc.), criações humanas (edifícios, caminhos, pontes) e questões abstractas (como as condições climatéricas).

Com base no estudo destes factores, os especialistas em paisagismo tentam criar um ambiente que seja atractivo a nível estético. Pode-se dizer que a paisagem manipulada é a obra de arte do paisagista, pois é desta forma que exprime as suas ideias e os seus sentimentos.

Para além do lado artístico, também compete ao paisagista proteger o Ambiente e garantir a sustentabilidade da sua concepção.

Enquanto género da pintura, o paisagismo consiste na representação de cenas da natureza. Os quadros ou as figuras com praias, montanhas e bosques são exemplos do paisagismo nas belas artes.

Os paisagistas, de qualquer forma, não só pintam imagens naturais. Pode falar-se, neste sentido, de paisagens urbanas (a representação de cidades, com os seus edifícios, as respectivas ruas e os habitantes) ou de paisagens oníricas (reflectem imagens dos sonhos).