Conceito de palavras homófonas


Fev 14, 15

A homofonia refere-se àquilo que tem a mesma fonia (o mesmo som) que outra coisa. No âmbito da linguística, é associado aos termos que se pronunciam da mesma forma, mas que têm significados diferentes.

As palavras homófonas, por conseguinte, são aqueles que soam da mesma forma, mas que significam coisas distintas. Exemplos: “conserto” e “concerto”. No primeiro caso, trata-se de um arranjo (restauração) ao passo que, no segundo, a palavra refere-se aos espectáculos de música.

Ainda que, ao ouvi-las, ambas as palavras parecem iguais, referem-se a questões diferentes. Assim, podemos encontrar estas palavras homófonas em frases como “Duvido que estas calças ainda tenham conserto.” ou “É a primeira vez que vou assistir a um concerto”.

Outro exemplo de palavras homófonas são “cozer” e “coser”, diferenciadas segundo a presença do S ou do Z: “Vou pôr batatas a cozer em água e sal”, “Podes coser estas meias, por favor? Romperam”.

Quando as palavras não só se pronunciam igual, mas também se escrevem da mesma maneira, são consideradas homógrafas para além de homófonas. Vejamos o exemplo de “armar”. Este mesmo verbo tem dois significados diferentes: “armar” no sentido de compor ou montar, e “armar” para se referir a equipar-se com armamento. É possível usar estas palavras homófonas e homógrafas em expressões como “Amanhã, vou começar a armar este puzzle” e “Se as forças policiais não fazem nada, o povo vai armar-se para se defender”.