Conceito de paliativo


Fev 18, 15

Paliativo é um adjectivo que se usa para designar a aquilo que reduz, alivia ou amortece os efeitos de algo. Ao recorrer a um paliativo, procura-se suavizar ou mitigar uma consequência de algo que, por um ou outro motivo, não se pode eliminar.

O uso mais frequente deste adjectivo diz respeito à medicina que se dá/administra a quem sofre de uma doença que não se pode curar, com a intenção de desacelerar o avanço desta e de reduzir as dores e moléstias que causa no corpo do paciente.

Exemplos: “Doutor, não pode dar algum paliativo à minha mãe? Queixa-se muito com as dores”, “Descanse, pois vou receitar-lhe um remédio paliativo”, “Trata-se de uma doença crónica que se pode tratar com paliativos”.
Recebe o nome de cuidado paliativo, por outro lado, a atenção médica e de enfermagem que se dá a uma pessoa que sofre de uma doença de tipo terminal. O objectivo destes cuidados é minimizar a dor e aumentar a qualidade de vida do sujeito.

Os cuidados paliativos desenvolvem-se quando o estado do paciente é irreversível, sem que isso implique que deixem de praticar outros tratamentos. O cuidado paliativo não só aponta para a condição física da pessoa, como também procura operar sobre a sua psicologia, contenção social, etc. Além do mais, pode ser orientado para tratar dos efeitos secundários de outros procedimentos.

Em geral, os cuidados paliativos implicam o trabalho em conjunto entre diversos especialistas (médicos, enfermeiros, etc.) e os familiares do paciente para que a atenção seja integral.